Últimas Notícias

O Pré-Vestibular Social precisa ser retomado em Barra do Piraí

Após o encontro com o Deputado Estadual Jair Bittencourt, me dirigi à Fundação CECIERJ, responsável pelo CEDERJ, onde fui recebido pelo Coordenador Executivo do Pré-Vestibular Social – PVS, Juan Page.

Sou responsável pela instalação do polo CEDERJ de Barra do Piraí no ano de 2007 e a notícia do cancelamento do PVS em nossa cidade me preocupou muito, motivando mina visita ao CEDERJ nesta quinta.

Esta descontinuação impactou negativamente os estudos de centenas de jovens que cursam o terceiro ano do ensino médio ou já concluíram o segundo grau e se preparam para prestar vestibular. O Pré-Vestibular Social, criado em 2003, é um curso preparatório para as provas de acesso às universidades, sendo totalmente gratuito, inclusive com oferta de material didático impresso para todos os alunos.

Segundo informações obtidas junto ao coordenador, um dos motivos para a interrupção do curso em nossa cidade foi porque a empresa de transporte Útil, que realiza o transporte de passageiros entre as cidades do Rio de Janeiro e Barra do Piraí, acabou com o ônibus que saía da rodoviária Novo Rio às 6h da manhã e que chegava às 8:15h em Barra do Piraí aos sábados. O primeiro horário de ônibus que agora sai do Rio de Janeiro, aos sábados, para a região é às 8h e que só chega em seu destino às 10:15h da manhã.

Segundo Juan, o CEDERJ continua com o PVS na cidade de Piraí, que disponibilizou veículo para buscar os mediadores no Rio de Janeiro e depois trazê-los de volta ao final do dia letivo de sábado. A mesma proposta utilizada em Piraí foi tratada com pessoas ligadas à Secretaria de Educação, visando disponibilizar um transporte como faz a prefeitura de Piraí, porém, foi dito que era impossível por conta da crise financeira pela qual passava a prefeitura de Barra do Piraí, o que inviabilizava a operação.

Ora, são milhares de reais por mês gastos com o aluguel de veículos para este governo, que servem inclusive para que comissionados frequentem, ilegalmente, com estes carros, faculdade em outros municípios e qualquer outra ação de interesse pessoal, mas é inviável para esse governo colaborar para a manutenção de um programa tão importante.

Fazendo um cálculo rápido, o gasto mensal da prefeitura para manter o PVS em nossa cidade, fornecendo o transporte, seria de cerca de R$ 880,00 (oitocentos e oitenta reais) por mês. Absurda a falta de sensibilidade do executivo em não compreender a importância da manutenção do Pré-Vestibular Social em Barra do Piraí!

Solicitei agenda com o Presidente da Fundação CECIERJ, Carlos Eduardo Bielchowsky, com o Diretor do Pré Vestibular Social, Luiz Bento e com a minha querida amiga e Vice-Presidente de Educação Superior a Distância, a professora Massako Oya Masuda, que foi minha parceira nas tratativas da instalação do CEDERJ de Barra do Piraí, para que possamos discutir uma solução e o retorno do PVS para atender nossos jovens. Agendarei também, reunião com a diretoria da empresa Útil para solicitar a retomada do horário das 6h da manhã, aos sábados, que atenderá ao município de Barra do Piraí e também ao de Piraí.

Vou lutar até o fim pelo restabelecimento do Pré-Vestibular Social para atender aos alunos de Barra do Piraí, mas quero deixar aqui um convite ao prefeito Mario Esteves. Reveja os gastos do município com ações extremamente supérfluas e disponibilize no orçamento R$ 880,00 mensais, mesmo que através de crédito suplementar. Nós, vereadores, aprovaremos esta medida em unanimidade. Deixe o ego de lado e atenda meu pedido, não por mim, mas pelos estudantes de nossa cidade.

#SouBarrense